sexta-feira, 5 de junho de 2009

Why not?

Jennifer Lopez


Esta manhã, depois de fazer as análises de tolerância à glicose (não desejo a ninguém, aquilo açucarado é mesmo mau de se mamar), fui à pastelaria com a minha mãe. Conversa para aqui, conversa para ali, à espera das torradas, e apareceu na televisão o Marinho Pinto.
- Ai, por acaso gostava mesmo de seguir Direito. Gostava, gostava.
- E porque não, Daisy? Ah, na tua área se calhar não dá...
- Dá, com exame de Filosofia. Estás-me a ver com cara de fazer exame de Filosofia? Ai, mas eu gostava tanto. Até acho que tinha jeito.
- Pensas que não te safavas como advogada? Safavas...
- Oh, mas o mercado de trabalho é como é. A não ser que me tornasse especialista em divórcios... (a minha mãe riu-se e eu continuei) Por isso é que eu gostava de seguir Ciências Forenses - também tem a ver.

E ela calou-se com o assunto. Deixa, tive a sensação de poder ser quem quero.

6 comentários:

  1. NUNCA quis ser advogado!
    Médico sim! CSI, também! Arqueólogo só quando via Indiana Jones! Político mas 'de baixa escala'.
    Advogado... nunca!
    Não conseguia defender um criminoso.Podia ser de acusação, ou dedicar-me ao desporto, ou divórcios... mas mesmo assim... no me gusta! Não me cativa essa profissão =P

    ResponderEliminar
  2. eu ando inclinada para as ciências forenses, mas só há na privada e inclui outros problemas. a mim cativa-me, acho que até tinha jeito para a coisa :p

    ResponderEliminar
  3. Tens que seguir aquilo q queres. o mercado de trabalho tá todo mau. so tem sorte quem e bom naquilo q faz. se tiveres a fzr alg q gostes, vais ser boa de certeza!
    isso é msm o mais importante
    beijinhos

    ResponderEliminar
  4. veremos o que virá, ainda tenho tempo para decidir :) obrigada, beijinho

    ResponderEliminar
  5. Ui, advogados, esses bandidos!

    A Jojozinha disse e bem: tens que fazer algo de que gostes, e se fores boa naquilo que fizeres, vais vingar profissionalmente. Hoje em dia o mercado de trabalho está mau para todas as profissões.

    ResponderEliminar
  6. Ainda tenho tempo para pensar no assunto. E infelizmente, há factores que vão contra a minha vontade no que diz respeito ao curso que hei-de seguir. Por enquanto, vou apenas sonhando com tudo o que gira à volta dos meus interesses! Quando chegar a altura, espero ter uma ideia mais formada que a actual. Obrigada pelo apoio :)

    ResponderEliminar